Endocrinologista - Perder e manter o peso sem ficar flácida

Quem digita a palavra “dieta” no Google é apresentado a milhares e milhares de páginas sobre o assunto. Estão lá, a dieta da banana, da sopa, da proteína e uma infinidade de outras opções que prometem perda de peso acelerado de uma maneira rápida e fácil sem comprometimento da saúde.  Há um excesso de dietas no mercado com promessas exageradas e que podem comprometer a saúde de quem busca perder peso. O importante é que as pessoas tenham em mente que não há milagre. Perder peso exige comprometimento.

Quem está acima do peso em gordura (situação em que se encontram 40% dos brasileiros) e pretende fazer as pazes com a balança deve encarar a tarefa como um desafio. “Imagine que você é sedentário e decida correr a São Silvestre do próximo ano. Você terá que fazer esforço e ‘pagar um preço’ (contratar um profissional competente e experiente, treinamentos, disciplina) para conquistar seu objetivo. Diminuir a quantidade de gordura corporal é algo análogo. O indivíduo precisa ‘pagar o preço’ de reeducar seus hábitos alimentares, praticar atividades físicas e modificar algumas rotinas” .

Não se trata, porém, de fazer uma transformação radical da vida do indivíduo em poucos dias. O passo inicial é controlar o problema, o que em alguns casos pode incluir o uso de medicação, e começarem pequenas mudanças.  Pequenos desvios de rota podem levar a grandes resultados no decorrer do tempo.  Estabelecer metas razoáveis, entendendo determinadas limitações do nosso organismo, do convívio social, de tempo ajudam em muito na manutenção da perda de  peso em gordura no longo prazo.  As oscilações bruscas de peso são as vezes mais prejudiciais a saúde, a longo prazo, do que o próprio ganho de gordura.

É importante também a preocupação com o círculo de pessoas que rodeiam o indivíduo. Afinal, é quase possível dizer que a obesidade é transmissível, não por agentes infecciosos, mas por hábitos. . Não é difícil imaginar que, em uma família que cultiva hábitos alimentares inadequados, parece difícil que um único membro consiga perder peso.

Como auxiliar no planejamento e acompanhamento do processo de perda de peso dos pacientes o uso da bioimpedância, procedimento feito no próprio consultório, permite medir a massa magra e gordura em um indivíduo avaliando o estado nutricional. O acompanhamento é importante para garantir que o paciente perca peso de forma saudável, livrando-se basicamente de gordura. Isso porque há dietas que fazem a pessoa perder peso rapidamente. Mas muitas vezes essa diminuição de alguns quilos na balança se dá pela perda de massa muscular – e não de gordura, gerando um estado de sub nutrição e flacidez.

Perder e manter o peso sem ficar flácida.  

Em caso de dúvida procure um Endocrinologista.
Dr José Albino Médico Especialista em Endocrinologia e Metabologia em Florianópolis.
Santa Catarina